Como escolher uma empresa de ecoturismo

Mais segurança na hora de viajar

Como escolher uma empresa de ecoturismo

Embrenhar-se na natureza para desfrutar dos prazeres que ela oferece de maneira sustentável é a proposta do ecoturismo, uma tendência do turismo mundial, que tem atraído cada vez mais pessoas interessadas em desfrutar de atividades saudáveis e relaxantes em meio a belas paisagens. Veja os roteiros mais visitados do país e como escolher com segurança uma empresa de ecoturismo para orientá-lo.

Ecoturismo no Brasil

Trilhas e caminhadas

Segundo estudos do Ministério de Turismo cerca de 10% dos turistas estrangeiros vêm ao Brasil à procura de atividades de lazer relacionadas ao meio ambiente, mas não diferenciam entre turismo de natureza, aventura e ecoturismo.

A cofundadora e atual coordenadora técnica do Instituto EcoBrasil, Ariane Janér, aponta Foz do Iguaçu como um dos destinos mais procurados, seguido por Manaus e Pantanal. Mas pelo Brasil não faltam turistas visitando lugares como Alta Floresta (MT), Mamirauá (AM), Chapada Diamantina (BA), Lençóis Maranhenses (MA), Fernando de Noronha (PE), Serra de Capivara (PI) e Bonito (MS).

O que considerar na hora de escolher uma empresa de ecoturismo

Escolha seu guia!

O Instituto EcoBrasil, um canal independente de ação e informações sobre turismo sustentável, disponibiliza informações práticas sobre ecoturismo, conservação e sobre as comunidades locais por meio de manuais, pesquisas e notícias. A coordenadora do instituto orienta aos interessados por uma viagem deste tipo a constatar algumas informações sobre as empresas de ecoturismo.

Antes de fechar qualquer pacote, confira se a empresa está legalmente registrada, e se é afiliada a ABETA, Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura. É importante verificar também se os guias são bem treinados, se há política de sustentabilidade transparente e pública para assegurar mínimos impactos no meio ambiente. E por fim, checar a posse do certificado em gestão de segurança.

Tomas as devidas providencias e escolhida uma empresa de ecoturismo de qualidade, chega a hora de embarcar numa viagem rumo às belezas naturais. No Brasil, são inúmeras as opções em todas as regiões. Conheça os principais roteiros de ecoturismo no Brasil.

Fique conectado conosco através da nossa página no Facebook. Curti (Like) logo abaixo.

Ecoturismo: aventure-se com responsabilidade

Saiba mais!

Ecoturismo: aventure-se com responsabilidade

Resumidamente, o ecoturismo é uma vertente de atividade turística focada no contato com a natureza. Aproveitar os recursos naturais em atividades prazerosas, informativas e educativas, além de incentivar a conscientização sobre a preservação do meio ambiente, também proporciona momentos de relaxamento singular longe da rotina de estresse dos grandes centros urbanos. Veja porque vale a pena embarcar nesta viagem.

Ecoturismo X Turismo de aventura

Canoagem

Os termos se confundem e muitos acreditam que possuir espírito de aventura é a premissa básica para praticar ecoturismo. De fato, o espírito aventureiro, normalmente é o que impulsiona a procura pelos roteiros em meio à natureza. Porém, segundo Ariane Janér, cofundadora e atual coordenadora técnica doInstituto EcoBrasil, existem diferenças entre os termos: todo ecoturismo é também turismo de aventura, mas nem toda a oferta de turismo de aventura pode ser chamada de ecoturismo.

Ariane diz que, por definição, o ecoturismo é um turismo sustentável, realizado em meio à natureza quando os turistas buscam experiências enriquecedoras de aprendizagem com o meio ambiente e com a comunidade local. As atividades propostas no ecoturismo podem ou não envolver esportes de aventura, mas o produto de ecoturismo é apenas um meio de desfrutar a natureza, ao invés de ser o maior objetivo da viagem.

Já o turismo de aventura não é necessariamente sustentável e pode não ocorrer no meio natural. O turista de aventura busca uma experiência enriquecedora por meio de desafios técnicos, esforço físico e um pouco de adrenalina. Os casos em que as atividades do turismo de aventura são planejadas de forma sustentável, incluindo interpretações da natureza e interação com comunidade local, são classificados também como ecoturismo.

Ecoturismo com responsabilidade

Animais silvestres

O Brasil atrai milhões de turistas do mundo inteiro interessados em conhecer nossos cenários naturais de belezas singulares. As atrações estão presentes em todas as regiões do país como cavernas, cachoeiras, rios, lagos, cânions, pântanos, cascatas, ilhas e até mesmo desertos espalhados pelo vasto território nacional.

Mas para que todos possam continuar desfrutando da natureza é preciso praticar o ecoturismo com responsabilidade. Em pleno século XXI, ainda nos deparamos com imagens de verdadeiras tragédias ecológicas após festas e feriados que promovem o aumento do fluxo de turistas em áreas de preservação.

É importante organizar-se antes da viagem, verificar a idoneidade das empresas de turismo ou as que promovem os passeios e suas ações. Escolha atividades de acordo com seu condicionamento físico. É importante estar atento à necessidade de itens especiais, como lanternas, estojos primeiro socorros, bússola e água, indispensáveis para trilhas longas, por exemplo.

É de extrema importância preservar os locais visitados, tenha sempre em mãos recipientes para guardar seu lixo e não deixar rastros de sujeira por onde passa. Respeite a estrutura da natureza, não desmate ou cave valas; não improvise estruturas como pontes, balanços, e não leve como suvenir elementos como pedras e conchas. Não acenda fogueiras, pois empobrecem o solo e podem causar incêndios.

Respeitar os animais é outro ponto importante, não os alimente ou provoque reações que possam feri-los, mantenha distância.

Respeito às comunidades locais

Comunidades indigenas

O ecoturismo objetiva também contribuir com o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida das comunidades presentes em áreas de preservação ambiental.

Os ecossistemas funcionam de maneira tão equilibrada que pequenas interferências humanas, que parecem inofensivas, como deixar um saquinho plástico na natureza, pode ter consequências desastrosas para a vida nesses ambientes.

Por isso, as empresas de ecoturismo atuam no sentido de informar e educar os visitantes para que o contato não seja nocivo à natureza, e todos retornem às suas rotinas mais conscientes de que preservar é preciso para que as futuras gerações possam também desfrutar desses momentos prazerosos.

Seguindo essas dicas, o turista ecológico estará auxiliando na preservação e continuação do ecoturismo. Agora escolha uma  empresa de ecoturismo e boa viagem.

Fique conectado conosco através da nossa página no Facebook. Curti (Like) logo abaixo.

Ecoturismo: Motivos para saltar de paraquedas

Esporte nas alturas

A atividade cresceu no Brasil

Saltar de paraquedas pode parecer uma prática reservada exclusivamente às pessoas aventureiras e destemidas, porém, a evolução do paraquedismo como um esporte radical, com tecnologia e equipamentos de segurança avançados tem sido amplamente difundida no Brasil. Abaixo listamos 5 motivos para você viver essa emoção!

1º A liberdade ao voar de paraquedas

Saltar combate o estresse

Joaquim Antonio Portella Franco é paraquedista filiado à Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq), possue mais de 1008 saltos no currículo, incluindo a quebra do recorde brasileiro de maior formação em queda livre. Para ele, a atividade faz bem à saúde, pois ajuda a combater o estresse e gera sentimentos de realização pessoal promovendo a concentração e a disciplina. “A sensação de voar é indescritível, não dá para explicar direito o que se sente. A descarga de adrenalina é intensa, antes, durante e no final do salto”, conta Joaquim.

2º Superar o medo ao voar de paraquedas

Medo vira cautela

Quando perguntado sobre qual o momento da prática que gera maior medo, no salto ou na aterrissagem, Joaquim diz que, normalmente, as pessoas têm medo no início, na hora do salto, mas depois se acostumam com a sensação. No caso dos paraquedistas experientes, Joaquim afirma que o medo se transforma em doses redobradas de cautela e a busca da evolução constante, evitando ao máximo qualquer possibilidade de falhas durante o salto.

Aos interessados em saltar de paraquedas pela primeira vez, o paraquedista esclarece que os instrutores que acompanham os iniciantes vão conversando com os mesmos durante o vôo, repassando os procedimentos de segurança e pouso e informando-lhes sobre a altura em que o avião se encontra e os procedimentos emergenciais. Essa conversa alivia a tensão inicial.

3º Paraquedismo é um esporte seguro

Tecnologia a favor da segurança

Os equipamentos destinados à prática do paraquedismo vêm sendo projetados e testados por sistemas computadorizados de última geração. Tanto o paraquedas principal, quanto o reserva, ficam abrigados em containers(aquelas mochilas que os paraquedistas carregam às costas).

Equipamentos como altímetros sonoros, que sinalizam o momento indicado para a abertura, e disparadores, que acionam o paraquedas reserva em caso de falhas no principal, diminuem a margem de erros que possam causar acidentes.

A tecnologia também é responsável pelo peso cada vez menor dos equipamentos. Tecidos especiais são responsáveis por equipamentos visivelmente menores se comparados aos equipamentos antigos. A segurança dos equipamentos utilizados nos saltos é garantia de tranquilidade na prática do esporte. Você pode pedir para verificar a periodicidade e como é feita a manutenção dos equipamentos e acessórios da escola.

4º Cenários deslumbrantes ao voar de paraquedas

Paisagens vistas do alto

Muitas escolas de paraquedismo oferecem, além da aventura, uma experiência única de contato com a natureza propiciada pelas paisagens que podem ser vistas das alturas. Quem prefere não saltar, pode aguardar e assistir aos aventureiros pousarem em lugares predeterminados ou não, bem recepcionados, pois muitas escolas possuem infraestrutura dotada de playground para as crianças, bares, restaurantes e estacionamentos, o que facilita na hora de organizar a viagem.

5º O salto de paraquedas pode ser eternizado

Câmeras registram o salto

Normalmente, as escolas disponibilizam um “câmera-flyer “, que seria uma espécie de paraquedista-cinegrafista para acompanhar instrutores e aventureiros. É ele o responsável por registrar e transformar esse momento único de adrenalina em fotos e filmagens. Interessado em embarcar nesta aventura? Então veja como e onde saltar de paraquedas.

Fique conectado conosco através da nossa página no Facebook. Curti logo abaixo.

%d blogueiros gostam disto: