Saúde e Prosperidade

“Para conquistar algo que você nunca teve você precisa fazer algo que nunca fez.”

Diariamente milhões de pessoas simplesmente reproduzem os padrões de comportamento e pensamento cotidiano e, por isso, vivem sempre a mesma experiência de vida. Comem as mesmas coisas que seus pais comiam e culpam a genética de seus pais por começar a ter a barriga igualzinha a de seu pai ou o quadril parecido com o da sua mãe.  Passam o ano de modo despreocupado e no início do verão procuram algo milagroso para melhorar a forma de seu corpo.

Nossa consciência está sempre em desenvolvimento, desde de o ventre materno, e a lógica natural é que este processo de percepção, auto-conhecimento e descoberta perdure até a morte.
Todavia, a ilusão da realidade nos induz a reproduzir a rotina, a escassez, a doença e tantas outras coisas das quais gostaríamos de nos livrar.
Superar os próprios paradigmas é a chave para o despertar de uma nova realidade e uma nova vida.
A natureza das coisas  não oferece resistência ao seu progresso e desenvolvimento. Antes o seu desejo é que você possa explorar totalmente suas potencialidades.
Acredite que o melhor está por vir e que única coisa que pode impedir o melhor de chegar à você é alimentar uma crença pessimista. Você pode ter a forma ideal de seu corpo, e a energia ideal para fazer todas as suas atividades diárias.
Foque nos objetivos que deseja alcançar com emoção e procure assumir o controle, ao invés de, simplesmente, se deixar ser conduzido pela falsa aparência de normalidade do cotidiano.
O normal é viver plenamente em harmonia com o seu corpo! O melhor dos conselhos ainda é ter uma alimentação de boa qualidade, beber muita água e praticar algum tipo de exercício físico regular sem esquecer das consultas médicas periódicas.
Lembre-se que tudo se acumula.  Até a poeira, quase imperseptível se acumula em pouco tempo. Assim também são nossas ações.  Trocar os maus hábitos por bons hábitos, um pouquinho a cada dia irá acumular grandes resultados.
Saúde e Prosperidade
José H. Cardoso

Alimente seu coração com saúde | Alimentação e doenças cardíacas

Alimentação e doenças cardíacas

 

Quem se preocupa com a saúde e quer  prevenir doenças do sistema cardiovascular deve selecionar os alimentos que coloca no prato fora de casa e no carrinho de compras do supermercado, pois cuidar da alimentação é fundamental.

Existem alimentos que fazem bem à saúde do coração, enquanto outros podem contribuir para hipertensão, infarto, aterosclerose e outras doenças cardíacas. Fatores como estresse, insônia, obesidade e tabagismo são também considerados vilões, bem como o sedentarismo.

 

 

Alimentos que fazem mal ao coração

 

 

Os alimentos que fazem mal ao coração são aqueles ricos em gordura saturada, encontrada em alimentos de origem animal. Essa gordura prejudica o coração, pois aumenta o colesterol ruim (LDL) no sangue, formando o que chamamos de placas de ateroma (depósito de gordura), que obstruem os vasos sanguíneos.

Em alguns casos é preciso reduzir o colesterol LDL no sangue, associando dieta, exercícios físicos e medicamentos. Em indivíduos sem histórico familiar de cardiopatias e aterosclerose, a excessiva preocupação com a ingestão de colesterol é desnecessária.

Para manter o nível de colesterol sanguíneo dentro da normalidade, não consuma mais do que 300 mg de colesterol por dia. Veja na tabela abaixo a quantidade de colesterol presente nos alimentos.

 

Dicas para reduzir a ingestão de colesterol

 

  • Consuma carnes vermelhas magras (filé mignon, fraldinha, lombo de porco, patinho e lagarto) sem a gordura aparente, e aves sem a pele.
  • No preparo de omelete, use duas claras para uma gema. O colesterol está concentrado na gema e a clara é riquíssima em proteína.
  • Modere o consumo de queijos amarelos, dando preferência aos brancos, como minas, ricota e cottage. Atenção: o requeijão é branco, mas a maioria contém colesterol, então prefira as versões light.
  • Prefira leite desnatado ou de soja.
  • Em vez de manteiga ou margarina, utilize azeite de oliva ou creme vegetal.
  • No preparo de molhos e patês, troque a maionese por iogurte desnatado.
  • Consuma diariamente duas porções de frutas e três de verduras.

 

Alimentos que fazem bem ao coração

 

  • Peixes (salmão, arenque, sardinha, cavala, atum), ricos em ácido graxo ômega 3.
  • Azeite de oliva, rico em gordura monoinsaturada.
  • Chocolate amargo (dois quadradinhos ao dia), contém flavonoides.
  • Frutas e hortaliças, ricas em vitaminas e minerais antioxidantes.
  • Vinho tinto (uma taça ao dia), rico em flavonoides.
  • Aveia, fonte de fibra solúvel.
  • Alho, linhaça, quinua, entre outros.

 

 

%d blogueiros gostam disto: