Supermercado Saudável

Não vá às compras com fome!

Supermercado Saudável

 

1) Faça uma lista de tudo o que vai precisar comprar.

2) Não vá às compras com fome! Com fome compramos mais do que precisamos.

3) Inicie suas compras pelo setor de hortifrutis assim você enche o carrinho com frutas, verduras e legumes frescos para toda a semana. Escolha frutas e vegetais de cores intensas e variadas. Quanto mais vibrante e intensa for a cor, mais vitaminas, minerais e antioxidantes elas contêm.

4) Leia os rótulos, compare a composição dos produtos, verifique o prazo de validade e a integridade das embalagens.

5) Evite o corredor de doces e salgadinhos. Assim fica mais fácil resistir às tentações.

6) Prefira os alimentos em água e não em óleo, o valor calórico destes últimos é muito maior, além de conter alta concentração de gorduras.

7) Fique atento aos lançamentos, pesquisando novos produtos light que surgem diariamente nas prateleiras.

8) Na hora de escolher os cereais matinais, evite aqueles que possuem açúcar refinado; há opções com mel, açúcar mascavo ou até mesmo não adoçados. Além disso, compare os rótulos e escolha os que possuem menor quantidade de gordura ou de preferência que não possuam gordura na composição.

9) Prefira o peito ou blanquet de perú ao invés do presunto, pois é menos gorduroso, e menos calórico.

10) Prefira os pães integrais, que são ricos em fibras, são mais nutritivos e auxiliam na saciedade (no emagrecimento) e no funcionamento do intestino. Os alimentos integrais (pães, massas, biscoitos) possuem mais fibras, vitaminas e minerais do que os refinados (pão francês, arroz branco e massas comuns).

11) No setor de bolachas, escolha aquelas feitas com cereais e sem recheios. As bolachas recheadas são altamente calóricas e ricas em gorduras.

12) Prefira os molhos simples aos muito elaborados, que geralmente possuem na sua composição cremes gordurosos, óleos ou outros ingredientes calóricos.

13) Dê preferência às carnes magras e brancas, as quais possuem menos gorduras, são mais saudáveis e consequentemente têm menos calorias.

14) Se você não consegue ficar sem refrigerante, opte pelos lights. O ideal, porém, é evitar qualquer tipo de refrigerante, pois podem dar gases, estufar o estômago e impedir a absorção de alguns nutrientes importantes para o organismo. Prefira os sucos nas versões light ou sem açúcar.

15) Use e abuse de ervas e temperos para acentuar o sabor dos pratos, mas escolha aqueles com menos gorduras.

16) Quanto mais amarelo for o queijo, maior quantidade de gorduras e mais calorias, portanto prefira os queijos brancos aos amarelos.

17) Opte pelo requeijão light, o qual tem 35 a 40% menos calorias quando comparados aos tradicionais, mantendo o mesmo sabor e dê preferência aos leites e iogurtes desnatados, são menos calóricos por possuírem baixa porcentagem de gorduras.

18) Evite comprar pratos prontos, que são calóricos e ricos em sódio. Prefira alimentos in natura para preparar seu prato em casa, assim você escolhe ingredientes mais saudáveis, garante a leveza das preparações, além de ser um passatempo delicioso.

Os princípios da alimentação saudável – Princípio III

Lembre-se: quanto mais colorido estiver seu prato, mais nutritivo ele é!

Os dez princípios da alimentação saudável - Princípio III

Os dez princípios

Os dez princípios da alimentação saudável são baseados em conceitos fascinantes. Você entenderá de forma prática como escolhas alimentares inadequadas podem afetar seu metabolismo. Os dez princípios são fáceis de seguir e proporcionarão as ferramentas para controlar o peso, sentir-se bem e ter uma atitude mais positiva em relação ao alimento.

Princípio 3

Ingira uma grande variedade de alimentos

Você conhece a regra: não vá com fome ao supermercado? Pode parecer bobeira, mas não é: ir ás compras com fome é sinônimo carrinho cheio de alimentos desnecessários e nada nutritivos.

Outro ponto interessante é a questão do hábito! Em 90% das vezes, compramos apenas 10% da variedade de alimentos disponíveis nas feiras e supermercados. Tente introduzir dois novos alimentos às compras da semana. Esta é uma forma de variar mais sua alimentação, evitar monotonia, ingerir uma maior quantidade e variedade de nutrientes e ainda te permite criar novas receitas!

Lembre-se: quanto mais colorido estiver seu prato, mais nutritivo ele é! O ideal é ter pelo menos 5 cores diferentes.

Inicie suas compras pelo setor de hortifrutis assim você enche o carrinho com frutas, verduras e legumes frescos para toda a semana. Escolha frutas e vegetais de cores intensas e variadas. Quanto mais vibrante e intensa for sua cor, mais vitaminas, minerais e antioxidantes eles contêm.

Quer saber mais ? Leia o artigo: Supermercado saudável

Os princípios da alimentação saudável – Princípio II

Mantenha-se hidratado, beba bastante água. Saiba porque!

Os dez princípios da alimentação saudável - Princípio II

Os dez princípios

Os dez princípios da alimentação saudável são baseados em conceitos fascinantes. Você entenderá de forma prática como escolhas alimentares inadequadas podem afetar seu metabolismo. Os dez princípios são fáceis de seguir e proporcionarão as ferramentas para controlar o peso, sentir-se bem e ter uma atitude mais positiva em relação ao alimento.

Princípio 2

Mantenha-se hidratado

Você sabia que quando sentimos sede é sinal de que já estamos desidratados?

Com certeza já escutou que deve beber de 8 a 10 copos de água por dia, mas sabe qual a razão de beber toda esta água?

A água é o componente presente em maior abundância no nosso organismo. De 55 a 75% por cento do peso corporal de um adulto é composto de água:

– Sangue – 83%

– Músculos – 73%

– Gordura – 25%

– Ossos – 22%

Se você quer ser saudável, crie o hábito de levar sempre uma garrafa com água na bolsa ou fazer pequenas pausas para garantir uma reposição adequada e assim, manter a saúde e funções básicas do organismo. Ao olhar para a sua garrafinha, você automaticamente irá lembrar que tem que tomar água.

Para um adulto saudável, a recomendação é de 35ml/kg de peso corporal, ou 2 a 2,5 litros de água por dia. Se houver a prática de atividade física ou em dias muito quentes, a necessidade de água aumentará para repor as perdas com a transpiração e com a respiração.

A água ajuda a regular a temperatura do corpo, auxilia a eliminação de toxinas pela urina, transporta nutrientes, regulariza o funcionamento intestinal e mantém a pele com aspecto saudável (hidratada).

Na realidade, nem todo líquido ingerido durante o dia precisa ser a água pura. O leite, as frutas e sucos possuem água e ainda pode ser ingerida como parte dos alimentos, já que após a oxidação dos mesmos ocorre a liberação de água. Não inclua nesta conta, bebidas alcoólicas e bebidas com cafeína como refrigerantes, café, chá preto e chá verde. A cafeína atua como diuréticos, aumentando a perda de líquidos pela urina.

Consuma somente água filtrada, tanto para beber como para o preparo dos alimentos.
Mate sua sede com água e seja saudável!

Para um alimentação de qualidade Ingira uma grande variedade de alimentos.

Os princípios da alimentação saudável – Princípio I

Coma proteínas com carboidrato complexo.

Os dez princípios da alimentação saudável - Princípio I

Os dez princípios

Os dez princípios da alimentação saudável são baseados em conceitos fascinantes. Você entenderá de forma prática como escolhas alimentares inadequadas podem afetar seu metabolismo. Os dez princípios são fáceis de seguir e proporcionarão as ferramentas para controlar o peso, sentir-se bem e ter uma atitude mais positiva em relação ao alimento.

Princípio 1

Coma proteínas com carboidrato complexo

A combinação de alimentos protéicos com alimentos fonte de carboidrato complexo, nas proporções corretas, te fornece energia de forma gradual, pois converte lentamente o alimento em glicose. Com isso, você minimiza o potencial do corpo de armazenar os alimentos ingeridos em forma de gordura.

Vamos entender melhor como isso acontece?

Todo alimento que você ingere, transforma-se em glicose (maior fonte de energia do nosso corpo), que é transportada às células através da corrente sanguínea. Os níveis de glicose são constantemente monitorados e oscilam de acordo com nossa alimentação e hormônios.

A glicose pode ser armazenada nos músculos e no fígado; e quando em níveis elevados, um hormônio chamado insulina é liberado para armazenar o excesso de glicose como gordura, até que o organismo necessite dela novamente para fornecimento energético. Isso acaba tendo um efeito de montanha russa, que em termos de perda e ganho de peso, significa que, se comermos alimentos que elevem demais as taxas de glicose, ou que estimulem o organismo a liberar glicose em grandes quantidades, o seu estoque aumentará; maior quantidade de insulina será mobilizada e conseqüentemente maior será o armazenamento de gordura.Não só sua alimentação, mas também seu estilo de vida podem elevar as taxas de glicose e acelerar a produção de insulina: açúcar, carboidratos simples, estresse, cigarro e cafeína.

O truque é escolher alimentos que se transformem lentamente em glicose, limitando a quantidade de insulina produzida! São eles: proteínas e carboidratos complexos. Alimentos protéicos possuem uma digestão mais lenta, mantendo a taxa de glicose no sangue mais equilibrada e os carboidratos complexos possuem fibras, fazendo com que o organismo leve mais tempo para transformá-los em glicose.

Para saber qual a quantidade ideal que deverá ingerir destes nutrientes, qual o melhor horário, quais os tipos e formas de preparo mais saudáveis, etc; procure um profissional nutricionista que trabalhará de forma individualizada.

Cada um possui uma necessidade diferente, cada um tem um objetivo diferente, portanto, consulte-o que sua saúde e corpo agradecerão!

Tambem é muito importante, Mantenha-se hidratado.

Qualidade de Vida: Dieta para engordar

Há pessoas que não conseguem engordar

 

O que devo comer para engordar? Parece inacreditável, mas há quem busque orientações e dietas para ganhar uns quilinhos. Se você quer ganhar peso de maneira saudável, siga as dicas.

Faça seis ou sete refeições ao dia

 

Faça seis ou sete refeições ao dia com alimentos calóricos e saudáveis. Comendo alimentos mais calóricos do que os de costume e ingerindo mais calorias do que gasta, você conseguirá ganhar peso.

O ideal para engordar é que você faça uma dieta hipercalórica, mas que também forneça os nutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras), vitaminas e sais minerais necessários ao bom funcionamento do organismo.

Para isso é necessário saber escolher os alimentos certos e fazer três grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar) e lanches nos intervalos entre uma refeição e outra (lanche da manhã, da tarde e antes de dormir). Se você quer engordar, saiba quais alimentos comer.

Misture leite e cereais

 

Leite e iogurte integrais enriquecidos com cereais, aveia, farinha láctea (de milho ou arroz), suplementos em pó, achocolatados, frutas com mel e gérmen de trigo.

Pães: francês, croissant, italiano, de leite, do tipo bisnaguinha ou os tradicionais de forma; com manteiga ou requeijão. Bolachas de água e sal, com gergelim, de maisena, de chocolate, entre outros.

Invista nas fibras

 

Inclua diariamente no almoço e/ou jantar alimentos com elevado teor de proteínas, como carnes, feijão, lentilha, grão de bico e ervilha, e alimentos com alto teor de amido, como batata, arroz e mandioca.

Como acompanhamento das carnes, coma purê, creme de espinafre ou de milho e vegetais refogados com manteiga.

Tempere a salada do almoço e do jantar com azeite ou com molho com limão, azeite, mostarda e mel; acrescente croutons, ovo cozido, gergelim preto, semente de linhaça triturada ou semente de girassol, manga ou abacate picado, uvas passas e batata palha.

Aumente a quantidade de calorias das sopas com leite integral, queijo ralado, requeijão e croutons.

Sobremesas: frutas com chantilly, creme, tortas ou sorvete de frutas.

Coma cremes, tortas ou sorvete de frutas

 

Nos lanches entre as refeições tome vitaminas de leite integral, suco de laranja ou água de coco e coma frutas, sanduíches, mix de castanhas, amêndoas, nozes e frutas secas, abacate batido com açúcar, banana amassada com farinha láctea ou aveia e biscoitos doces ou de polvilho.

Faça pilates ou musculação

 

Durante a dieta para engordar:

– Não consuma alimentos diet e light;

– Evite beliscar antes das refeições principais;

– Diminua a quantidade de saladas e aumente a de alimentos quentes;

– Faça musculação ou pilates.

fonte: BBel

%d blogueiros gostam disto: