Você acredita em amor à primeira vista?

É ele

Casal sorrindo

Shutterstock

Patrícia saiu extenuada do trabalho e já imaginava o relaxante banho que a esperava em casa. Mas sabia que primeiro deveria satisfazer as “vontades” de Apolo. Mal chegou e não teve como se livrar do insistente pedido de seu companheiro canino para dar sua última voltinha de confraternização no calçadão da praia. E lá foi Patrícia levando o saltitante labrador pela coleira num entardecer preguiçoso ao lado das ondas.

De repente, Apolo estancou no chão, e Patrícia tentava com muita dificuldade fazê-lo se levantar novamente. Nesse exato momento no sentido inverso, correndo a alguns metros a sua frente, lá estava ele. Patrícia não conseguiu desviar seu olhar dos olhos verdes do atlético homem que imediatamente parou e a ajudou a levantar Apolo. Seu coração começou a bater descompassadamente, e uma onda estranha de prazer e euforia brotou do seu estômago e subiu em direção ao seu rosto que ardia como um fogaréu. Ele não era lindo, mas o conjunto todo de seu corpo e rosto a atraiu inexplicavelmente. Sentiu uma profunda afeição por esse desconhecido. Tudo foi muito rápido, porém não tinha a exata noção do tempo. Num dado momento, Patrícia percebeu que não segurava mais a coleira de seu cão e que o homem coçava carinhosamente a cabeça de Apolo…

 Casal se olhando

Talvez já tenha acontecido com você: na hora certa, no lugar certo, o tão esperado príncipe se materializa na sua frente. Você não tem dúvida: é ele. Depois de uns olhares furtivos e uma rápida checagem física, você descobre que se apaixonou somente pelo olhar.

Se você já experimentou essa “atração fatal”, tranquilize-se, a ciência já comprovou que o amor à primeira vista existe. Aliás, essa “estratégia” rápida de se encantar pelo outro é muito utilizada por várias espécies de animais. Lembremos que eles têm muito pouco tempo na natureza para “escolher” seu parceiro, visto que as fêmeas ficam receptivas para fazer sexo com os machos por curtos períodos, além do risco dos predadores e concorrentes. Os animais têm que agir velozmente, pois possuem somente algumas horas, alguns dias ou poucas semanas para espalhar seus genes, conceber e procriar.

Visão e atração

Sendo assim, a utilização da visão para buscar e encontrar o parceiro escolhido é fundamental. A atração instantânea tem uma vantagem evolutiva entre as espécies, pois quão mais veloz e eficiente for a identificação do parceiro receptivo, maiores as chances de sucesso na reprodução, que por sinal é o objetivo primordial da natureza.

É provável que nós tenhamos herdado essa “estratégia”. Uma pesquisa norte-americana constatou em uma amostragem de 100 casais, que 11% dos homens e mulheres se apaixonaram no exato momento que olharam para o parceiro.

 

Enquanto isso, no cérebro…

Mulher beijando homem

Shutterstock

Mas o que realmente acontece no cérebro e no corpo quando o encantamento é imediato, no primeiro olhar? Na verdade, os estudiosos acreditam que a intensa atração e desejo sexuais são desencadeados pelo cérebro. Duas estruturas cerebrais são importantes: o hipotálamo e a amígdala – localizados na parte mais primitiva do cérebro, o sistema límbico, nossa “central das emoções”. O hipotálamo é responsável pelos impulsos mais primordiais que temos como fome, sede e sexo. E a amígdala é o centro da excitação sexual.

Simultaneamente ao primeiro olhar, a química cerebral se altera e grandes quantidades de dopamina são liberadas provocando uma verdadeira onda de prazer, euforia e maior produção de testosterona, tanto no homem como na mulher. A testosterona é o hormônio que “engatilha” o desejo e a atração sexuais.

Tudo isso acontece velozmente quando uma pessoa sente uma atração irresistível e incontrolável, ou seja, tem desejo intenso por outra. E esta focalização (um tanto obsessiva) imediata, desencadeada pelo olhar, tem um sentido biológico bem pragmático: procriação e manutenção da espécie. E uma curiosidade: em situações de grande risco de vida para os indivíduos, como guerras e catástrofes naturais, as pessoas tendem a se atrair sexualmente mesmo sem se conhecer…

As preferências físicas

O que atrai o homem e a mulher quando se olham? Veja abaixo as listas de preferências deles e dela

Elas preferem homens com:

  • Traços faciais simétricos;
  • Juventude;
  • Altura maior (que a da mulher);
  • Peito e ombros largos;
  • Braços fortes;
  • Um pouco de barba;
  • Mandíbula e queixo “quadrados e marcantes”;
  • Coxas musculosas;
  • Mãos grandes;
  • Abdome sarado.

Eles preferem mulheres com:

  • Traços faciais simétricos e finos;
  • Lábios carnudos;
  • Juventude;
  • Altura mediana (mas menor que a do homem)
  • Ombros não muito largos;
  • Seios grandes;
  • Abdome sarado;
  • Quadril largo;
  • Nádegas salientes;
  • Mãos finas;
  • Pernas bem torneadas.

Portanto, o amor à primeira vista com intensa atração, desejo e obsessão, é um fenômeno que tem como objetivo unir o mais rápido possível um casal. No entanto, lembremos que nós humanos, apesar de transcendermos o aspecto puramente biológico do amor com nossa inteligência, ainda “carregamos” no nosso DNA comportamentos primitivos que muitas vezes nos deixam perplexos e extasiados.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: