Não perca o foco!

Você perde o foco com facilidade no trabalho?

Mantenha o foco

Quantas vezes você já sentou para trabalhar, com uma pilha de afazeres, mas antes, resolveu pegar uma xícara de café ou checar seus e-mails e quando percebeu, só voltou ao trabalho depois de no mínimo uns 30 minutos?

A vida moderna e a rotina de trabalho on-line favorecem a perda de concentração. Somos abordados o tempo todo com novas informações que tiram o foco do que estamos fazendo. Mas a boa notícia é que existem exercícios que ajudam a melhorar sua concentração.

Geralmente nos concentramos melhor quando estamos engajados em alguma atividade prazerosa, como assistindo a um bom filme ou fazendo alguma atividade que represente um desafio. A concentração ocorre quando a área frontal do córtex cerebral, que controla a capacidade cognitiva, está inundada por uma variedade de neurotransmissores, hormônios e outras substâncias corporais relacionadas ao prazer, como a dopamina, por exemplo.

A dopamina é produzida no cérebro quando comemos um doce, fazemos sexo, ou encontramos alguma coisa nova e excitante. Quando os níveis de dopamina estão altos, inconscientemente queremos mais dessa substância, então nos concentramos no que estamos fazendo para obter mais e mais. Conforme nossa atenção diminui, os níveis desse hormônio também diminuem e começamos a procurar por outra atividade que nos dê essa sensação de prazer e substitua os níveis anteriores.

Fatores internos como fadiga, estresse, raiva e fatores externos presentes na vida moderna como e-mails, televisão e música podem atrapalhar a concentração.

Falta de concentração: causas e soluções

Dormir mal prejudica o rendimento no trabalho

Quando dormimos mal, nos privamos de oxigênio, que é necessário para a produção de substâncias como a dopamina e a adrenalina. Basta uma noite de insônia para que você comece a apresentar sintomas de déficit de atenção, como a falta de concentração nas atividades usuais.

Uma boa noite de sono serve como um recarregador de baterias para o cérebro. É importante que cada pessoa durma o tempo necessário (que varia para cada indivíduo) para o seu completo descanso antes de despertar.

Evite o excesso de café, pois a cafeína estimula a produção de adrenalina, aumentando o seu estado de alerta. Porém se você ingeri-la em excesso, poderá ficar agitado e perder a sua capacidade de focar em determinada atividade.

Quando estamos nervosos ou passamos por situações de tensão, temos um aumento de substâncias como a norepinefrina e o cortisol que podem provocar no organismo é a diminuição da concentração.

Estudos recentes comprovam que quem faz exercícios aeróbicos no mínimo duas vezes por semana possui níveis de concentração melhores do que pessoas sedentárias.

Exercite seu cérebro: tenha foco

Concentre-se

Tenha pensamentos alegres e positivos. Pensar em situações agradáveis reduz os níveis dos hormônios relacionados a estresse, medo e raiva que dificultam a concentração.

Idade e Genética são fatores aliados ao estilo de vida que se leva podem influenciar no funcionamento cerebral. Estudos confirmam que pessoas com déficit de atenção têm os sintomas piorados com o avanço da idade, porém, quem não sofre do mal, não tem alterações de concentração com o passar do tempo.

Faça cruzadinhas, quebra-cabeças, sodoku, crie o hábito de ler e pratique jogos que exercitem a capacidade mental como os de memorização e raciocínio.

Sem foco na vida moderna

A avalanche de informações desvia a atenção

Atualmente nossos períodos de atenção são pequenos. Se você observar, verá que cada bloco de programas de TV dura no máximo 8 minutos antes de entrar o comercial e isso contribui para a diminuição do nosso “tempo de foco “.

A internet também nos condiciona a focar por períodos curtos. No escritório, checar e-mails é um dos maiores dispersores de atenção. Somos interrompidos por uma média de quatro alertas de e-mails por hora. Quando você pára para responder um e-mail, demora mais ou menos 25 minutos para retomar a concentração ao que estava fazendo.

Foco: uma coisa de cada vez

Foco: uma coisa de cada vez

O cérebro não consegue manter o foco em duas atividades distintas que necessitem de atenção simultaneamente, por isso evite fazer mais de uma atividade ao mesmo tempo. Desta forma, você evitará a ineficiência em alguma das atividades.

Faça pausas durante uma atividade de muita concentração, pequenas pausas ajudam a relaxar e manter a atenção por mais tempo. O ideal é 10 minutos a cada hora.

Escolha o melhor período para você, cada pessoa tem um horário do dia em que está mais alerta. Alguns pela manhã, outros de tarde ou de noite. Identifique o seu e aproveite este período para fazer as tarefas mais desafiadoras. Seja organizado para ser eficiente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: