MODA E A MÚSICA ELETRÔNICA

COMO AS PISTAS E DJS INFLUÊNCIAM A MODA. E VICE-VERSA.

Não é de hoje que a moda e a musica eletrônica andam juntas. Desde os primórdios das batidas eletrônicas, os fashionistas de plantão captaram a aura “cool” da e-music e passaram a utilizá-la como trilha sonora oficial de grande parte dos desfiles. Essa tendência cresceu e se consolidou por todo mundo a ponto de DJs de renome passarem a ser convidados para tocar em grandes temporadas de moda.
Por conta disso, a música eletrônica se tornou o ritmo “fashion” por excelência, levando essa essência para as pistas de dança, transformando-as em palco para as pessoas exibirem aquilo que julgam ser o que mais lhes cai bem, incluindo claro, suas roupas.

Percebendo isso muitos DJs deixaram de atuar somente com as pick-ups e passaram a se arriscaram como estilistas, criando roupas e estilos, baseado na experiência das pistas e tudo o que vivenciaram ali.

DJS Pret-a-Porter

Provavelmente o nome que melhor personifica o DJ-estilistas é Richie Hawtin. Magro, loiro e de feições nórdicas, Hawtin sempre imprimiu muito estilo dentro e fora das pistas. Seja na hora dos ensaios fotográficos para divulgação de seu selo, o Minus Records, ou em suas apresentações, Hawtin leva cabo o minimalismo do qual é tão partidário, usando roupas simples, bem cortadas e de tons neutros. Percebendo ser “estiloso”, o DJ já conhecido pelo espírito empreendedor, criou sua grife homônima para traduzir seu estilo em roupas masculinas e femininas. Para conferir as interessantes produções do artista acesse o site oficial da marca.

Outra que apostou nas roupas foi a DJ e produtora alemã Ellen Alien. Com grife também homônima, a DJ conseguiu traduzir seu estilo bem alemão e moderno em roupas femininas despojadas, mas com aquele quê de refinamento. Acesse o site oficial da marca e confira.

A tendência tem crescido tanto que o site da revista britânica Mixmag em sua última reformulação, criou a seção Mixmag Fashion” , destinada a mostrar a incursão de nomes da musica eletrônica no universo da moda. Alem disso tem vídeos de making of de campanhas relacionadas à e-music e acessórios para você supostamente “arrasar” no dancefloor.

O grande problema é que tudo isso é para inglês ver, afinal os sites são todos gringos e as roupas vendidas chegariam por aqui a preços proibitivos.

E por aqui?

Não é só lá fora que a e-music faz moda.No Brasil, provavelmente o gênero que mais influenciou a maneira de vestir foi o psytrance. Dentro das raves foram criados estilos, que de tão populares extravasaram a barreira das festas e foram parar no dia-a-dia. Roupas fluorescentes, estampas hindus, calças jeans com logos gigantes, pulseiras e correntes de pratas, botas plataforma, cartucheiras, calça legging, chapéus cata-ovo e bonés trucker. Todos esses acessórios se tornaram itens obrigatórios, surgindo lojas especializadas nesse tipo de vestimenta. Muitas não resistiram ao tempo, mas ainda é possível encontrar algumas, como é o caso da Boom Shankar
.
Mas a moda não ficou restrita apenas no plano psicodélico. Recentemente a revista VIP, destinada ao público masculino, fez um editorial especial focado em DJs e o que eles vestiam. Renato Ratier, Edu Corelli, Mau Mau, Renato Cohen, Zegon e Marcio Vermelho mostraram seu estilo, e responderam o que usam e jamais usariam. Renato Ratier, inclusive, já foi dono de duas grifes de roupa própria e Edu Corelli é um dos nomes oficiais para as trilhas do SPFW.

O trio De Polainas formada por Adriana Recchi, Marina Dias, Angela Rage, Gláucia ++, Vivi Flacksbaum e Ana Flávia é outro exemplo de DJs fashionistas. Já há algum tempo na estradas, as garotas são presença quase que garantida em eventos que misturam moda e música eletrônica. E diga-se de passagem, o visual do grupo é bem copiado pelas fãs e admiradoras.

Apesar de ainda tímida, não vai demorar muito até que esse tipo de tendência se concretize por aqui. É provável que no futuro veremos muito nomes trocando as agulhas do vinil pelas de costura.

Por Rodrigo Niemeyer Reinelt

One Response to MODA E A MÚSICA ELETRÔNICA

  1. I would like to thank you for the efforts you have made in writing this post. I am hoping the same best work from you in the future as well. In fact your creative writing abilities has inspired me to start my own BlogEngine blog now.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: