Testosterona: hormônio do sexo|memória

Testosterona influencia o desejo sexual

O principal hormônio que está por trás do desejo sexual ou libido é a testosterona, tanto no homem como na mulher. Quanto maior o nível circulante deste hormônio no sangue, mais intenso e frequente é o desejo sexual. O auge da libido no homem é atingido por volta dos 20 anos de idade, quando a quantidade de tes¬tosterona no sangue é a mais alta. Nas mulheres, a taxa de testosterona é baixa quando comparada a dos estrógenos.

Os efeitos afrodisíacos da testosterona são bem conhecidos: ele aumenta o entusiasmo sexual, a excitação e o prazer. À medida que envelhecemos, os níveis de testosterona tendem a diminuir em ambos os sexos. No homem, após os 40 anos de idade, a redução gradual de testosterona é acompanhada pela redução no desejo sexual, na excitação, na frequência do sexo, das fantasias e da masturbação.

Queda dos níveis de testosterona

Enquanto os níveis de testosterona caem vagarosamente no envelhecimento masculino, quando chega à menopausa, a mulher tem um brusco declínio dos hormônios sexuais (estrógenos e progesterona). Por isso, os efeitos físicos decorrentes da queda dos hormônios nas mulheres geralmente são mais perceptíveis do que nos homens.

Mas, mesmo que a libido seja reduzida com a idade, não significa que obrigatoriamente o prazer tem que diminuir também, pois a satisfação sexual depende muito da qualidade do relacionamento do casa

Outros efeitos marcantes da queda de testosterona no corpo são o aumento da gordura (a famosa e indesejável barriguinha), a redução da massa muscular e o aumento do risco de desenvolver distúrbios da ereção.

Estresse diminui níveis de testosterona

Os níveis de testosterona são muito sensíveis tanto ao estresse físico como ao estresse mental extremo, ou seja, quando isso ocorre, a quantidade de testosterona diminui e a de cortisol aumenta.

Por isso, um dos primeiros sintomas de estresse intenso é a redução da libido e da frequência sexual. Mas quando o estresse passa, os níveis de testosterona aumentam e os de cortisol diminuem, voltando à normalidade.

Testosterona estimula a memória

Vários estudos têm comprovado que a testosterona também tem um papel importante e estimulante para a memória, o humor, a habilidade de se concentrar, a coragem, a agressividade, a sensação de vitalidade e o bem-estar.

Os níveis de testosterona declinam com o avançar a idade, coincidindo com a fase em que a memória começa a falhar. Os pesquisadores se questionam se a redução gradativa do hormônio pode ser um dos responsáveis pelo problema de falta de memória no idoso.

Ainda não se tem dados totalmente conclusivos, mas o que se sabe é que níveis mais altos de testosterona na vida adulta estão relacionados com uma melhor preservação dos neurônios em algumas partes do cérebro. E nos homens mais idosos, as taxas mais altas de testosterona têm sido associadas com performances melhores em testes cognitivos, ou seja, de aprendizado e memória.

Pesquisas com testosterona

Com base nessas pesquisas, aparece um questionamento: se maiores níveis de testosterona são associados com uma melhor função mental, fazer tratamentos que reduzem a testosterona levaria a um declínio da função intelectual? Algumas pesquisas relacionaram a queda da performance em testes cognitivos com terapêuticas de bloqueio de andrógenos (testosterona), que são algumas vezes usados no tratamento do câncer de próstata. Porém, os resultados foram modestos e certamente tais efeitos não devem impedir o homem de receber este tratamento quando necessário.

Outra questão que surge é se o tratamento com testosterona pode melhorar a função mental em homens idosos saudáveis ou naqueles com prejuízos da função mental. Apesar de a ciência ainda não ter resposta para tal questionamento, os estudiosos aconselham que o homem (seja, jovem, adulto ou idoso) não utilize a testosterona com o intuito exclusivo de melhorar a sua memória. Somente uma avaliação médica detalhada poderá indicar este hormônio em casos específicos.

fonte: scientificircle.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: