Onde está o seu brilho?

Existem pessoas que brilham e conseguem iluminar a todos no ambiente onde estão. Sua luz consegue contaminar, levando alegria, paz, amorosidade, ânimo, onde quer que se encontrem, mas, em determinado momento de suas vidas, esse brilho some… se apaga. Aqueles que estão à sua volta, perguntam: “O que aconteceu? Onde está seu brilho?” Pior ainda é seu próprio questionamento: “O que aconteceu comigo? Minha chama se apagou? Ou será que nunca a tive? Foi tudo ilusão?”

Na nossa vida passamos por muitos momentos bons, e também aqueles que nos trazem infelicidade e sofrimento. Sabemos que nas horas ruins é muito difícil enxergar que estamos evoluindo, pois a dor traz aprendizado e crescimento, mas quem quer sofrer conscientemente para que isso aconteça?

Embora a maioria consiga perceber que logo após uma crise ocorrem muitas mudanças e, quase sempre, para melhor, continuam repetindo os mesmos padrões e, sofrendo. Algumas ficam no vitimismo, outras na crença de culpa, do Karma, outras preferem revoltar-se contra o meio externo. Porém, poucos silenciam e observam sem censura ou crítica como estavam, o que pensavam e sentiam em cada uma das etapas de vida, boas ou ruins.

Nos momentos felizes, estamos com o coração aberto e receptivo, em paz, cheio de amor, tranqüilo, com a capacidade de olhar tudo com beleza, com ritmo e alegria. Ao enfrentarmos dificuldades, fechamos o coração e ficamos presos nas emoções não resolvidas, ” preocupados” em achar uma solução através do nosso cérebro para a dor que estamos sentindo e, assim, acabamos refletindo no exterior aquilo que se encontra em nosso interior.

Se assumirmos total responsabilidade pela nossa vida e identificarmos que todos os acontecimentos e experiências são conseqüência da maneira como pensamos e sentimos, podemos conseguir tudo o que quisermos e mudar a vida para melhor. Isso é ser co-criador.

Para isso precisamos reconhecer que o verdadeiro criador, cria só com muito amor, principalmente, consigo mesmo. O coração que não brilha, fica paralisado, endurecido e desmotivado pelas marcas que a vida lhe deixou e esquece dele mesmo. Esquecido, não consegue mais encontrar as respostas que só ele pode dar.

Ficamos perdidos nos nossos sentimentos e brigando com a razão; como pensamentos e sentimentos precisam estar sintonizados para que estejamos felizes e centrados, criamos um enorme abismo para encontrar a paz.

Sem nenhuma utopia, todo obstáculo a uma vida mais feliz está em nosso próprio coração afastado do amor e é só no coração que podemos superá-lo. Não precisamos ficar esperando que o céu desça aqui na Terra, que todo homem seja bom e tudo se transforme, porque com o coração aberto e amoroso o céu já se encontra aqui!

Ele está nos nossos olhos quando enxergamos com compaixão e nas nossas mãos quando a estendemos para auxiliar alguém. E na nossa mente quando conseguimos ver o bem e o belo, no lugar do mal.

A maneira como vemos o mundo determina como ele será para nós. Não podemos mudar a realidade dos homens, do mundo, só podemos mudar a nós mesmos e passaremos a refletir o brilho da divindade que existe dentro de nosso coração. E será esse brilho divino que irá, aos poucos, iluminando e mudando tudo à nossa volta

Onde está o seu brilho?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: