Onde está o seu brilho?

Existem pessoas que brilham e conseguem iluminar a todos no ambiente onde estão. Sua luz consegue contaminar, levando alegria, paz, amorosidade, ânimo, onde quer que se encontrem, mas, em determinado momento de suas vidas, esse brilho some… se apaga. Aqueles que estão à sua volta, perguntam: “O que aconteceu? Onde está seu brilho?” Pior ainda é seu próprio questionamento: “O que aconteceu comigo? Minha chama se apagou? Ou será que nunca a tive? Foi tudo ilusão?”

Na nossa vida passamos por muitos momentos bons, e também aqueles que nos trazem infelicidade e sofrimento. Sabemos que nas horas ruins é muito difícil enxergar que estamos evoluindo, pois a dor traz aprendizado e crescimento, mas quem quer sofrer conscientemente para que isso aconteça?

Embora a maioria consiga perceber que logo após uma crise ocorrem muitas mudanças e, quase sempre, para melhor, continuam repetindo os mesmos padrões e, sofrendo. Algumas ficam no vitimismo, outras na crença de culpa, do Karma, outras preferem revoltar-se contra o meio externo. Porém, poucos silenciam e observam sem censura ou crítica como estavam, o que pensavam e sentiam em cada uma das etapas de vida, boas ou ruins.

Nos momentos felizes, estamos com o coração aberto e receptivo, em paz, cheio de amor, tranqüilo, com a capacidade de olhar tudo com beleza, com ritmo e alegria. Ao enfrentarmos dificuldades, fechamos o coração e ficamos presos nas emoções não resolvidas, ” preocupados” em achar uma solução através do nosso cérebro para a dor que estamos sentindo e, assim, acabamos refletindo no exterior aquilo que se encontra em nosso interior.

Se assumirmos total responsabilidade pela nossa vida e identificarmos que todos os acontecimentos e experiências são conseqüência da maneira como pensamos e sentimos, podemos conseguir tudo o que quisermos e mudar a vida para melhor. Isso é ser co-criador.

Para isso precisamos reconhecer que o verdadeiro criador, cria só com muito amor, principalmente, consigo mesmo. O coração que não brilha, fica paralisado, endurecido e desmotivado pelas marcas que a vida lhe deixou e esquece dele mesmo. Esquecido, não consegue mais encontrar as respostas que só ele pode dar.

Ficamos perdidos nos nossos sentimentos e brigando com a razão; como pensamentos e sentimentos precisam estar sintonizados para que estejamos felizes e centrados, criamos um enorme abismo para encontrar a paz.

Sem nenhuma utopia, todo obstáculo a uma vida mais feliz está em nosso próprio coração afastado do amor e é só no coração que podemos superá-lo. Não precisamos ficar esperando que o céu desça aqui na Terra, que todo homem seja bom e tudo se transforme, porque com o coração aberto e amoroso o céu já se encontra aqui!

Ele está nos nossos olhos quando enxergamos com compaixão e nas nossas mãos quando a estendemos para auxiliar alguém. E na nossa mente quando conseguimos ver o bem e o belo, no lugar do mal.

A maneira como vemos o mundo determina como ele será para nós. Não podemos mudar a realidade dos homens, do mundo, só podemos mudar a nós mesmos e passaremos a refletir o brilho da divindade que existe dentro de nosso coração. E será esse brilho divino que irá, aos poucos, iluminando e mudando tudo à nossa volta

Onde está o seu brilho?

Persistência x Perseverança

A diferença entre ser persistente ou perseverante pode não ser clara para muitas pessoas, mas ela existe e pode ser uma das explicações para o fracasso de profissionais que têm de tudo para alcançar o sucesso.

De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, Villela da Matta, a persistência pode ser resumida por “fazer mais do mesmo para alcançar um resultado”, o que pode ser ruim ou bom, dependendo da situação.

“O profissional tem de ser muito persistente para aprender um outro idioma, para fazer um bom trabalho. Esse é o lado bom da persistência. O lado ruim é quando está querendo algo novo e quer trilhar um mesmo caminho. Persistir, neste caso, é burrice”, destacou o coach.

Ele explicou que se torna “insanidade” quando o profissional deseja mais, mas continua persistindo na forma como realiza o trabalho, já que está trilhando caminhos que não estão trazendo resultados.

Perseverança e sucesso

Matta afirmou que o perseverante é flexível, porque busca mais soluções para atingir os seus objetivos. “Ele tem mais possibilidade de chegar ao resultado porque busca alternativas. Isso é fundamental porque o sucesso não é atingido num primeiro momento”.

Ele usou a Teoria de Darwin sobre a evolução das espécies para ilustrar a diferença de persistentes e perseverantes e como isso está relacionado ao sucesso. “A Teoria de Darwin diz que a espécie que tiver maior número de opções para interagir vai dominar o sistema”.

Isso significa que a pessoa que tiver mais opções de caminhos a trilhar também pode atingir mais rapidamente aquilo que deseja. “Uma pessoa mais persistente não atinge resultado, ou não vai se perpetuar, porque não vai dominar o sistema”.

O Tempo é vilão

Questionado sobre se ser persistente ou perseverante está relacionado ao perfil de uma pessoa, Matta afirmou que não. Para ele, existe uma tendência de os profissionais serem mais conservadores ou persistentes, com o passar do tempo. À medida que eles ganham experiências e vão tendo resultados positivos, mais insistentes ficam.

“Quando o ser humano vai envelhecendo, ele se liga a padrões passados, mas o mundo muda e é preciso ter novas abordagens”, explicou, completando que, ao contrário disso, o jovem é cada vez mais disposto a conhecer o novo.

Para reverter essa tendência natural, Matta afirmou que a pessoa deve se questionar sobre qual a meta na carreira e o caminho que está usando para atingi-la. “Se o profissional não sabe aonde quer chegar, não importa ser persistente ou perseverante, porque não conseguirá saber se está avançando”, finalizou.

 

Decoração | Mesa de Natal

Como decorar sua mesa de Natal, é o que preocupa, nesta época início de Dezembro. Esta preocupação chega sempre para quem gosta de apresentar algo de especial para a sua familia e mesmo amigos convidados.

Mas, para não ser preocupação deixam-se a seguir algumas sugestões de fotos de mesas de decoração, por forma a tirar algumas ideias para a sua mesa de Natal…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lançamento | Ricardo Almeida Jeans

Designer brasileiro Ricardo Almeida lança uma linha de jeans com um vídeo novo “sexy” dirigido pelo fotógrafo Gui Paganini.

O estilista Ricardo Almeida lançou na noite desta segunda-feira (29) sua primeira linha de jeans, durante evento em São Paulo.

Além das tradicionais calças jeans, a linha oferece peças como camisetas, camisas (lisas e xadrez), coletes, paletós e sapatos para um look casual.

A Ricardo Almeida Jeans criou 16 modelos de calças de modelagem mais ajustadas e diferentes lavagens. O estilista é conhecido por seus ternos e camisas bem cortados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MUSIC VIDEOS DA SEMANA

MUSIC VIDEOS DA SEMANA

Active Child — I’m in Your Church at Night
Em uma tempestade de farinha, três padeiros zaftig criar angelicais seres humanos, um dos quais é LA-based compositor Pat Grossi aka Active Child. Surreal, beatífica e luminosa como a voz Grossi, sobrenatural lamentos.

 

Sander Kleinenberg feat. Jamie Cullum Remember When

Holandês DJ / produtor Kleinenberg convida jazz-pop Cullum dandy para obter o seu Timberlake na foto para esta funky jam Eurodisco em um disco brilhantemente iluminado-cum-metrô. De seu novo disco 5k.

 

Jamie Woon “Night Air
recém-chegado de Londres passeios Woon por meio de uma floresta nightscape fecunda neste clipe sugestivo para o seu electro sinistro, dubstep de influência única.Sua estréia está prevista em 2011.

%d blogueiros gostam disto: