Dicas para emagrecer

Existem várias maneiras de tornar seu propósito de emagrecimento mais fácil. Praticando os novos hábitos, você até pode (e deve) pedir o apoio e a colaboração dos outros membros de sua família, mas nunca peça a ninguém para controlar você. Afinal, desenvolver bons hábitos alimentares é SUA responsabilidade. É o seu futuro se consolidando em superação e sucesso!

Fazendo compras

  • Programe suas idas ao supermercado ou à feira depois de suas refeições, quando  estará satisfeita e menos sujeita às tentações da fome.
  • Faça uma lista dos alimentos que precisa comprar e atenha-se a ela. Nada de encher o carrinho com bobagens! A despensa é um retrato da sua determinação.
Preparando os alimentos
  • O alimento cru (vegetais) é muito mais integral e portanto saudável. Quando vier aquela onda de fome, procure preparar um suco desintoxicante ou uns palitos de cenoura, beterraba, etc.
  • Evite todo tipo de fritura. Experimente assar, grelhar, cozinhar no vapor ou preparar refogados com um mínimo de azeite.
  • Retire toda a gordura visível das carnes elimine a pele das aves e remova o excesso de gordura dos ensopados e sopas depois de prontos.
  • Dê sabor aos pratos usando ervas, especiarias e molhos de baixas calorias.
Na hora de alimentar-se
  • Planeje cuidadosamente suas refeições de cada dia na noite anterior. Verifique se você tem em casa tudo o que é necessário para seguir sua alimentação consciente e balanceada.
  • Além dos alimentos que compõem suas refeições, tenha à mão petiscos de baixas calo rias como palitos de cenoura ou de salsão, por exemplo.
  • Não pule refeições na esperança de per der peso mais depressa. A experiência mostra que a fome excessiva em geral provoca “ata ques” altamente prejudiciais à geladeira e despensa.
  • Desenvolva bons hábitos alimentares. Condicione-se para alimentar-se sempre sentada, usando prato, garfo e faca. Nunca belis que em pé, na frente da geladeira, ou enquanto assiste televisão.
  • Alimente-se devagar, mastigando bem cada bocado e engolindo o que tem na boca antes de se servir da próxima garfada.
  • Torne-se sensível ao seu apetite. Pare de comer quando não estiver mais com fome, mesmo que ainda haja comida no prato. Hoje sabe-se que o corpo avisa quando está satisfeito, que é justamente quando a pessoa não sente mais o sabor, ou então o sabor daquele alimento derepente fica alterado, estranho. Neste momento o corpo está avisando que é hora de parar.
  • Não fique morta de culpa só porque comeu um bombom. Acontece. Procure balancear este bombom com uma fatia de queijo branco (ou cottage). Simplesmente procure não reincidir nesse “crime contra si mesma”: dê um fim na caixa de bombons e continue firme — você chega lá!
DIETA MENTAL

Extraído da Revista Vida Simples / abril 08 – Editora Abril – Edição 65 – Matéria DIETA GOSTOSA – escrita por Leandro Quintanilha

Seis dicas de comportamento para quem quer se alimentar melhor:

• PODER E NÃO QUERER. Diga “Obrigado, eu não quero”. Quando você recusa um pedaço de bolo com um sofrido “Eu não posso”, seu interlocutor se sente incitado a persuadi-lo do contrário.

• PRAZERES LIGHT. Não concentre na comida todas as suas expectativas de prazer. Ler, caminhar e namorar são outras delícias da vida que só queimam calorias.

• ATITUDE TERAPÊUTICA. Remédios para emagrecer são reservados para casos específicos, como os de compulsão alimentar, e podem ser importantes para o sucesso da dieta, quando prescritos pelo médico. Aproveite a dieta para exercitar sua força de vontade, persistência e disciplina.

• A LUZ DE VELAS. Faça da refeição um ritual. Sente-se à mesa, use a toalha que guarda para as visitas, aproveite cada mordida. Comer no piloto automático aumenta os riscos de comer muito. Mesmo no escritório você pode fazer do lanche seu momento especial.

• ESTRESSE A PARTE. Alivie a tensão antes de comer. Respire profundamente três vezes ao se sentar à mesa. Você não deve comer por outro motivo que não seja a fome, o cuidado com a saúde e o prazer. Não deixe a ansiedade e a tristeza escolherem por você.

• REEDUCAÇAO DO LAZER. Mude sua rotina junto com a mudança do cardápio. Em vez de chegar do trabalho e se largar no sofá (e pedir pizza de novo!), faça uma caminhada pelo bairro, brinque com o cachorro. Novas atitudes no cotidiano dão a impressão de que o que mudou não foi só a alimentação, mas a vida.


fonte: bemcomVOCÊ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: